sábado, 30 de novembro de 2013

Que sei eu sobre o amor? Ane Braga



Que sei eu sobre o amor?

Só conheço o que me foi dito

Entre palavras discretas

De um mero desconhecido


Que sei eu sobre o amor?

Só conheço os sacrifícios

Votos sagrados

Vetos secretos


Palavras silenciosas

Outras ardilosas

Uma vez soltas

Não voltam mais


Por trás do muro existe proteção

Existe tradição

Respeito, oração

Não. Não espero que você entenda


Promessas são sacras

Sentimentos devem ser puros

Corações devem ser empenhados

Apenas numa direção


Não seja rápido em apunhalar

Uma alma que já sofre

Mas se mantém altiva

A cabeça continuará erguida


Sim, estou atrás do véu

Minha luta é verdadeira

Por muitas, por uma vida inteira

Mas que sei eu do amor?


Se um dia conhecê-lo

Será com alguém forte

Que acredite em mim

Em meus sentimentos


Esse alguém conhecerá meu ser

Saberá que só aceito o que me pertence

Não divido o que é meu

Não me importa em que vida


Pois minha mente é leve

Meu espírito é puro

Meu corpo me pertence

​E meu solo é fértil