domingo, 2 de setembro de 2012

Meu Erro - Ataíde Lemos

Meu erro foi te amar demais,
Foi deixar ser conduzindo pelo coração
Hoje este amor, tirou-me a paz
Levou-me mergulhar numa desilusão.

Meu erro foi acreditar no impossível
Imaginando que seria um eterno amor
Hoje minha frustração é indescritível
Fazendo-me conviver com imensa dor.

Meu erro foi sonhar pensando ser realidade
E depositar nele total confiabilidade;
Sem ver o que os olhos mostravam.

Pensando bem, não sei se foi meu erro
Afinal, quem pode mandar no coração?
Ele é o dono da sua própria razão.