quarta-feira, 9 de maio de 2012

Coração dividido - Luiz Manoel Ferreira Maia

Hoje talvez seja o dia de uma decisão que mudará o rumo de nossa vida. À frente dois caminhos: de um lado a tentação nos desafia à escolha do amor recente vivendo em euforia e promessas. Nova e extasiante aventura. Do outro, o amor antigo reavivado na paixão das reconciliações. Escalando em carências, vícios e perdões. O tino entontece no coração dividido. De um lado o fino caule sustenta tenras verdinhas, a exigir trato atento e delicado. Enraizado nas lembranças indeléveis está o velho apego a pedir igual cuidado. Qualquer decisão o tempo trará resultado, tanto mais ou tanto menos feliz que o sonhado. Mas nunca saberemos a sorte reservada no caminho abandonado.