quinta-feira, 22 de março de 2012

Para sempre - Ataíde Lemos

Toda vez que lembrar-me de você
Vou sofrer, vou chorar
A tua saudade vai doer
E não vou mascará-la
Não dá para pra fingir
Que meu coração não sente...
E tantas coisas mais
Pois, queria ter-te aqui presente
E isso, eu não poderei jamais.
 
Não irei te ver crescer
Nem mais ouvir tua voz
Não poderei te abraçar
Nem sentir teu calor
E tantas coisas mais...
O que vivemos; vivemos
O novo não haverá jamais.
Você será um eterno silêncio,
Terá para sempre
Aquele rosto adolescente,
Alegre, irreverente...
Será uma história
De um passado saudoso
Vivente na memória.