quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Sonhos - Ane Braga

Sonhos...
Explode em mim o desespero.
Não que eu seja assim tão louca
Mas me dói tanto anseio

Fui rude
Não pude isolar a solidão
Meus braços estão ao largo de mim
Falta-me os teus para acalmá-los

Devoro-me
Corrói minha alma a angústia
Falhei mil vezes nessa luta
Esquecer-te é missão impossível

Tarde demais compreendi
Não importa o que dizem
Ou que digo a mim
Minha essência escapou-me entre os dedos
Só me resta agora  o consolo de ter-te
Em meus sonhos...