sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Não me odeie - Ane Braga

Não me odeie por não ficar
Pense nas coisas boas que criamos.
Não me odeie por não esquecer
Que você foi a melhor parte de mim.
Tente só um pouquinho não me odiar
Por deixá-lo seguir seu caminho
Amarras sempre vão existir
Cabe a nós não apertar o laço
E fazer das circunstâncias
Nosso melhor ideal.
Sobretudo, não me odeie
Por ser tão leal
Nossa realidade não permite
Que seja de outra forma.
Mas saiba com absoluta certeza,
O que é nosso a vida não tira.
Só agrega.