terça-feira, 8 de novembro de 2011

Câncer de mama - O mal silencioso - Ane Braga

Ninguém em sua família tem ou teve câncer de mama.
Você não fuma, não bebe e se alimenta corretamente.
Apesar disso, numa manhã em frente ao espelho, você percebe um manilo meio diferente do outro.Você tem a impressão de que a pele do seio está repuxando e às vezes sente uma coceirinha.
Atrasada para suas tarefas diárias, você deixa "as neuras" de lado, põe uma roupa e esquece o assunto.
Enquanto isso, um caroço que não incomoda cresce em você. E pode mudar toda sua vida.

O câncer de mama mata. Surge sorrateiramente e quando menos se espera, já é tarde demais.
Todos os anos milhares de brasileiras são diagnosticadas com câncer de mama. Fatores como heriditariedade, excesso de peso, tabagismo e consumo de álccol são fatores que propiciam o aparecimento de tumores na mama, mas não são uma regra.

Entre as milhares mulheres diagnosticadas com câncer de mama todos os anos, a maioria não se enquadra nos fatores de risco.
Portanto, informe-se sempre, faça o autoexame mensalmente e, após os 35 anos, faça uma mamografia pelo menos uma vez por ano.

Quando descoberto no início, o câncer de mama tem 90% de chance de cura.
Previna-se!

Câncer de Mama - O Mal Silencioso - Ane Braga.
Ref. Bibliográfica: OPAS - www.opas.org.br