quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Mãe - Antônio Miranda

                      
Mãe, nome puro como o céu,
Mãe, nome singelo.
Juro por tudo mais sagrado
Que serei sempre sincero. 

Oh minha mãe! 
Quanto és boa,
Desde manhã até a noite
Sua voz em meus ouvidos, soa.

Antônio Miranda