quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Luz Branca - Alves Rosa

A luz treme
Sobre a  mesa em que escrevo
Sei daquilo que não sei
O que não sei
Não percebo

A luz branca
Sobre o teto que atinge,
Quem não sabe, não sabe
E quem sabe
Finge.

A luz opaca
Sobre os sonhos meus.
Sei que pouco sei
E neste pouco saber
Um sonho se rompeu.

Alves Rosa in Contos Proibidos
Disponível no Clube de Autores e na Livraria Palavras & Vozes