quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Sonho Vão - Anna Elizandra

Corri atrás do meu sonho
Rios, mares, atravessei
Voei, voei céus infinitos
Em muitas pedras tropecei.

Já não aguentam as pernas
Já não aguenta o coração
Mas, uma insistência interna
Persegue o sonho em vão

Anna Elizandra