segunda-feira, 18 de julho de 2011

O Mendigo - Menduiña

Certa vez passando por uma praça,
Percebi que num dos bancos estava,
Sentando um mendigo, observando-o
Atentamente, vi que ele estava cabisbaixo!!!
Me aproximei, sentei a seu lado!!!
Vi que este chorava!!!!!
Ao perguntar-lhe o motivo de suas lágrima!!!
Pra minha surpresa, ele disse!
Senhora,!! não choro por minha pobreza,
Choro de saudade do que deixei de fazer,
Deixei-o falar!!!
Deixei de amar, dar valor a quem me amou !!!
Esqueci de olhar o céu, a natureza, os pássaros!!
O sol que me aquecia e brilhava!!!
Só agora sinto falta de tudo, se pudesse,
Voltar ao passado, amaria com toda força!!!
Prestaria atenção nas árvores, ouviria o canto,
Dos pássaros, daria a mão ao meu semelhante!!!
Beijaria a face da crianças, e as amaria!!
Ajudaria aos pobres, e saciaria a fome de muitos!!!
E certamente não estaria aqui!!!!

MENDUIÑA.....