sexta-feira, 27 de maio de 2011

O rato do campo e o rato da cidade - Fábulas de Esopo - Adaptação: Ane Braga

Era uma vez um rato que morava numa grande cidade, dessas do tamanho de
São Paulo, que resolveu visitar seu amigo rato que morava no campo.
Chegando no campo, lá na cidade de Ibitinga, o rato da cidade foi muito bem recebido pelo
rato do campo, inclusive com uma mesa cheia de coisas gostosas do campo prontas para comer.
Acontece que o rato da cidade só queria comer trigo, algumas ervas finas e um ou outro alimento da roça.
O rato da cidade, olhando toda aquela comida típica do campo, pensou em convidar seu amigo para
visitá-lo na cidade, pois assim ele iria desfrutar das maravilhas da cidade grande.
Mal chegaram e foram direto para a cozinha e encontraram carnes, queijos e muitas outras delícias.
O ratinho do campo ficou com água na boca.
Enquanto saboreavam um delicioso queijo, o cozinheiro chegou e os ratinhos fugiram pela fresta da porta.
Espiaram a cozinha até o cozinheiro ir embora.
Assim que o cozinheiro saiu, os ratinhos voltaram correndo para a cozinha.
De repente, no meio de uma deliciosa coxa de frango assada, eles viram um gato!
Correram tanto que quase ficaram com o coração na garganta!
O ratinho do campo não gostou nada dos perigos da cidade e resolveu voltar para o campo onde
poderia comer seu trigo, ervas e alimentos da roça sempre frequinhos e sem nenhum gato por perto.

O rato do campo e o rato da cidade - Fábulas de Esopo - Adaptação: Ane Braga.