sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Eu te amo tanto - Marisa de Medeiros

Plena madrugada ou
madrugada plena;
No silêncio,apenas
palavras pequenas,
gigantes, falantes,
pedintes de amor...
Eu te amo tanto !
No entanto, no canto
teu canto vazio,
teu cheiro em mim;
impregnado de nós.
Ouço a voz do coração;
Presença distante,
pertinho excitante,
longe, perto...
Sensibilidade
estonteante;
Sinto-me no
mundo da Lua,
Sonho acordada,
nas nuvens apaixonada,
molhada de amor;
O dia irradia,
orvalhado de nós.

Marisa de Medeiros