quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Verdade Nua e Crua - Orides Siqueira

De graças a Deus
Por sua criança poder ir a escola
Agradeça por seu filho não pedir esmola
Falar e gritar nada de refrigeréco quero Coca-cola

Ei senhor
Seu filho toma refrigerantes
No seu dia veste roupas brilhantes
São crianças de sorriso radiante

Crianças que brincam com brinquedo de luxo
Não conhecem nem nunca viram lixo
Saiba,lá tem criança fuçando como bicho
Seus filhos nunca viram isso

Filho, destemido, tagarela
Feliz, rindo na janela
Muitos diferente das crianças aquelas
Seus irmãos que vivem na favela

E outros vivem na rua
Graças a Deus não são iguais a sua
São meninos de rua
Vivendo uma realidade nua e crua

Verdade Nua e Crua - Orides Siqueira