quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Se Te Esqueço? - Marisa de Medeiros

Quando penso que
Te esqueço, tão
Propenso é te
Amar mais, não há
Consenso no coração,
Ele é livre demais;
Ah, liberdade da vontade,
Tão forte que arde,
Silenciosamente,
Grita liberdade;
Ré confesso,
Amor que sinto,
Não desminto,
Incofesso desejo
Te esquecer;
Essa dor de amor,
Nem sei como viver;
Sei que te traz e
Me leva junto.

Se Te Esqueço? - Marisa de Medeiros