domingo, 12 de dezembro de 2010

No Olhar, o Amor - Marisa de Medeiros

Sonhar-te,
É apoderar-me da
Fantasia mágica que
Faz-me sonhar
Acordada em plena
Madrugada de amor pleno,
Sereno, agitado,criativo,
Fantástico, arriscado;
Surpreendentemente,
Transparente no véu, no mel,
Que cobrem o amor na
Imensidão do céu estelar,
Sob a luz do luar,
Juras tão puras no
Silêncio do olhar;
Pés que se tocam,
Requintes de doçura,
Carícias pedintes,
Sensuais e ouvintes;
Delicada sutileza na
Canção de amor que
Toca o coração,
Escandalosamente.

No Olhar, o AmorMarisa de Medeiros