terça-feira, 9 de novembro de 2010

Oferenda - Gladis Deble

Fiz prá ti um azul céu
o melhor que eu sei fazer.
Fiz um verde ortelã
além de verde cheiroso.
Iluminei de amarelo
com um sol esplendoroso.
Colhi sereno na flor
encharcado de ternura.
Catei conchinhas na praia...
Juntei a bruma da serra
num vidrinho de perfume.

Agora tem chuva e sol,
com a ternura de mãos dadas
desço o fecho do vestido.

E procuro pelo abrigo
do teu corpo cobertor.


Oferenda - Gladis Deble