quarta-feira, 3 de novembro de 2010

O Meu Amor - Maria Elisabete de Sousa Ribeiro

Eu te procurei, desperdicei.
Séculos, anos e vidas.
Em grandes prantos
Na nostalgia, na tristeza.
Nas lágrimas que derramei
E nos tombos que levei
Por tanto te procurar...

Fiquei inquieta
Procurando partes,
Partes que faltavam
Em mim, partes minhas,
Estando adormecidas
Dentro do meu peito
Eu, te sentia, suspirar
Sentia o teu amor
Renascer como...


Um vulcão em erupção
Sentia o teu belo sorriso
Teus olhos me olhando
Tuas promessas de amor
Tudo em ti, é bonito
E sempre acreditando
Na nossa felicidade...

Tudo em ti faz!
Despertar as estrelas
Cintilando, alegres
Somente para mim
Contigo vejo o céu
Vejo a lua, o sol
E o universo é o limite
Dos nossos sonhos...

Contigo sou um jardim
Repleto de mistérios
De sensações únicas
Sou uma bela rosa,
Desabrochando
Cheia de espinhos
Mas quando me tocas
Ela exala seu perfume
O perfume do amor
Que é teu...

Quando te encontrei
O mundo explodiu
Dentro de mim
Fora de mim
Porque podia
Ser feliz...

Nem que fosse
Uma única hora
Um único minuto
Eu tinha conseguido
Encontrar-te
E hoje sou feliz...

O Meu Amor - Maria Elizabete de Sousa Ribeiro
http://clubedeautores.ning.com/profiles/blog/list?user=3nyuwyi82zrnm