sábado, 27 de novembro de 2010

Não sei - Poetisa Menduina

Não sei amor onde ti encontrar,
Andei por vários lugares, tanto.
Olhei cada rosto pra te encontrar,
Choro por ti amor,
Não sei viver sem teu amor, assim,
Sem teus beijos, minha boca anseia.
Meu corpo sente falta do teu, te amo.
Não vivo sem ti,
Meus desejos aumentam cada dia mais
Chego ao êxtase da minha paixão
Chega à noite e meu clamor,
Aumenta mais, te quero aqui,
Nos meus braços, teu corpo.
Enroscar no meu, toma-me.
Faz-me feliz me tenha,
No ápice do desejo,
No gozo sem fim
Deleito-me nos desejos
Por ti.
Não Sei - Poetisa Menduina