terça-feira, 30 de novembro de 2010

Atração Fatal - Novo Poeta

Eu quero percorrer seu corpo, curva
a curva.
Eu quero beijar sua boca, ouvir seu
gemido rouco, beijar sua nuca.

Lamber-te invadir o seu todo, alucinado
e bobo de tanto êxtase.
Eu quero cheirar sua pele, apertar sua
anca, degustar sua pele branca.

No vai e vem do amor te apertar com
jeito tocar seu peito.
Eu quero sussurrar baixinho, te encher
de carinho.

Eu quero teu sexo no meu, te possuir
inteira.
Eu quero ver a paixão transbordando de
prazer, o desejo se completando com o
beijo.

Eu quero dormir teu sono, quero te agarrar
de costa.
Eu quero sentir-te de todos os lados, delirar
de tanto ser amado.

Sentir o desfecho dessa atração fatal, eu
quero ir pra Natal.

Atração Fatal - Novo Poeta