terça-feira, 5 de outubro de 2010

Trilha Incidental - Amarilis Pazini Aires

Seguir uma trilha,
de jeep ou de moto,
não importa o objeto,
somente o trajeto.

Cruzar com riachos,
driblar o proposital,
curvar em tantas curvas,
no caminho incidental.

Soltar a pressão,
sem leis e sem faróis,
deixar correr o vento
e livrar o emocional.

Gritar aos quatro cantos,
deixar o eco eclodir,
repetir em vários tons,
a alegria de existir.

Sentir a liberdade,
ser dono de si,
trilhar a própria vida
e o perigo iludir.

Trilha Incidental - Amarilis Pazini Aires

http://poetisaamarilis.blogspot.com/