domingo, 10 de outubro de 2010

Resta a Saudade - Amarilis Pazini Aires

Uma paixão finda
com o tempo passado,
saciado o desejo
o amor se torna rotineiro.
O instante roubado
perde o calor,
vence o prazer
do momento de amor.
Resta a saudade
do beijo roubado,
do abraço apertado
do segredo guardado.
A luz se apaga...
Protesto,
você manifesta
um desabraço
perdemos o contato.

Resta a Saudade - Amarilis Pazini Aires

http://www.poetisaamarilis.blogspot.com/