sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Outono e Invero - Ane Braga e Bia Blanc

Inverno é calor quente
Teu olhar me aqueceu
No inverno sou tão ardente
Meu calor não te esqueceu

Eu não sei fazer poema
Por favor, deixe-me pensar
No outono sou como pena
Em teus braços a descansar

Diz o outono ao inverno
Minhas chuvas não vão parar
As folhas cairão das árvores
Com o vento irão flertar

Sou ardente, sou tão tímida
No outono sou toda flor
Espalhada pelo vento
E acolhida com amor

Não chore melancolia
A verdade está por vir
A última gota que cai
É a primeira a ressurgir

Outono e Inverno - Ane Braga e Bia Blanc
The Quiet Utopia