sábado, 23 de outubro de 2010

Fofocas,Fofocas,Fofocas - Amarilis Pazini Aires

A própria palavra ja diz
Bisbilhotice, intriga, mexerico
Isto só quer dizer
Falta do que fazer.
Preocupar-se com a vida alheia
Alimenta almas, subnutridas
Com carências de afeto e amor
E uma vida sem sentido.
Porque ter medo de se olhar?
medo de enfrentar?
Viver, viver e os olhos abrir
Para não ter do que se esconder.
Fofoca gera inveja
Só assim consigo entender
É sempre de um covarde
que tem medo de viver.
Acorde para a vida
Seja o que pode ser
Ninguém é melhor que ninguém
Mas, poxa, procure o que fazer!!!

Fofocas,Fofocas,Fofocas - Amarilis Pazini Aires
http://www.poetisaamarilis.blogspot.com/