quinta-feira, 21 de outubro de 2010

É Culpa dele? - Laé de Souza

Seu Ambrósio estava estranhando os olhares meio de lado que o neto lhe vinha lançando há alguns dias. O mesmo que também já tinha observado e comentado com a sua mulher , que estavam sendo dirigidos a ela.

Sabe como são jovens e idosos. Com os primeiros , tem que se falar no momento oportuno e com jeito. Os segundos , gostam das coisas bem esclarecidas e as cartas na mesa. Assim , é que chamaram o neto Otaviano para uma conversa franca. O rapazola a princípio se esquivou , mas por fim bateu firme : " Sabe o que é vô, não está certo o que você e a vó estão fazendo com  meu Brasil . " Seu Ambrósio em fração de segundos reviveu seu passado de glória e patriotismo e não viu nenhum ato que atentasse contra sua pátria. Pediu explicações e o menino disse que o problema era que a avó tinha a vida longa e , ele era um vagabundo. O velho esbugalhou os olhos e Otaviano completou: " E sua pressa de se aposentar arrebentou as finanças do país". Seu Ambrósio falou ao neto que duvidasse um pouco  , e às vezes até muito, do que se ouvia e que se era esse o problema , dispensaria os seus cento e poucos por mês da aposentadoria e se empregaria num mercado , como carregador de pacotes até que não aguentasse mesmo e , sem qualquer pressa de se aposentar. Quanto a sua avó , dariam um jeito de acabar com a longevidade. A solução do impasse está nas mãos de Otaviano , que pediu alguns dias para pensar.

É Culpa Dele? - Laé de Souza
Espiando o Mundo pela Fechadura , página 48. Editora Ecoarte ,3ª edição .São Paulo , 2006.