quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O Vento Leva e Traz - Amarilis Pazini Aires

O vento que ao longe leva

É o mesmo que perto traz,

O riso bordado de avencas

O choro caindo em pencas.


Podemos parar o pêndulo?

Acalmar o tempo?

Tornar o momento perfeito?


Castelos edificados e ruídos

Prêmios recebidos e esquecidos

Instantes de amor, guardados

Prantos de dor, marcados.


O vento que leva e traz

Carrega o silêncio,

Sábio companheiro

Colore o céu tímido

Vertendo lágrimas floridas.


Despeja a tua semente

Emoldure a tua estrada,

Fecunda a terra

E deixa a tua raiz no tempo.


O vento leva e traz!


Amarilis Pazini Aires