segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Matheus e o Freezer - Crônica de Luciane Carvalho

Nossa!Esse meu sobrinho tem história para contar.
Num sábado,meu irmão Marcos e minha cunhada Inajara foram jantar na casa de uma tia.O frio estava trincando ossos.
Meu irmão foi até o bar buscar refrigerante para o jantar.Era por volta das 8 horas.
Conversa vai,conversa vem e ...
— Cadê o Matheus? Inajara olhou de um lado e do outro e nada.
Foi um tal de procura daqui,procura de lá.A casa toda em polvorosa atrás do menino e nada.O jeito foi procurar na rua.
Todo mundo na rua tocando a campainha da casa de um,batendo palma na casa de outro.Nenhum vizinho sabia do Matheus.
— Ai!Sequestraram meu filhinho!Inajara estava em desespero.
Meia hora depois,a tia da Inajara ouviu uma vozinha abafada,bem longe...
— Estou aqui, mamãe!
Todo mundo correu a procurar de onde a voz estava vindo e adivinhem só:A voz vinha de dentro do freezer de sorvete da tia da Inajara!
Agora imaginem só:um frio danada do lado de fora,quanto mais dentro de um freezer!
Inajara não sabia se chorava ou se batia no Matheus.
Já a tia da Inajara não teve dúvida;deu umas boas palmadas em Matheus,afinal ele precisava se aquecer...

Matheus e o freezer - Luciane Carvalho in Antologia de Poesias,Contos e Crônicas da All Print Editora- XXI Bienal de São Paulo - pág. 179 - 2010