quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Agnus Dei - Samuel C. da Costa

Oh divina graça

Aos domingos
À tarde
Oh ave rara
De rara beleza
Ardea
Alfena
Tuberosa
Lilácea odorífera...
Angélica dos jardins
Que encanta
Que a todos encanta
Suprema
Extrema
Divina
Oh divina graça
Beleza rara
De raro perfume
Em alabastros
Eflúvio sutil
Cinamomo sagrado
Pomona de todos os desejos
Deia encantada
Entre as benditas
Bendita seja
Inquieta
Bendita
Bem quista
Amada...
Cantem para ti
Velhas canções
Sagradas
Profanas
Divinas
A muito esquecida
Oh divina graça
Aleurona
Acetamina cristalina
Doce alfenim
Que encanta
Em breves adágios...
Que ama...
Orquídea apaixonada...

Agnus Dei - Samuel C. da Costa , poeta de Itajaí