segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Sonetos de Mágoas - Morgana

Soneto de Magoas (16-12-2009)

A você fiz os meus mais doces versos
E o que ganhei em troca?
Minha amargura, desprezo...

Hoje só escrevo magoas, dedicadas
Ao vento, meu único companheiro, confidente.
Rasgastes o véu de minha candura!

Minhas lágrimas outrora ingênuas, 
Apesar de tristes eram puras
Agora são rios de um líquido escarlate.

O brilho dos olhos me abandonou
Enfadou-se de ser afogado em órbitas negras.
Onde estarão as cores do meu sorriso...

Morgana,a Eterna Rosa Murcha

www.morgana-rosamurcha.blogspot.com