terça-feira, 3 de agosto de 2010

Ensaio sobre a fome a saúde - Luciane Viana Braga de Carvalho

Muitos são os conceitos de fome e vários são os significados para saúde.
Temos fome de pão,de conhecimento,paz,amor...
Somos carentes de atenção,necessitamos de autoestima e geralmente postamo-nos diante do espelho e enxergamos menos do que gostaríamos.
Existe a fome social em contra-partida à fome de poder.
Quando as duas se encontram,a sociedade como um todo sai perdendo,principalmente os menos favorecidos.
Para conter maiores sofrimentos,pequenos gestos fazem grande diferença,como por exemplo o trabalho da APL (Arranjo Produtivo Local),grupos de indíviduos ,empresas,cooperativas,que se unem e se utilizam de recursos do próprio meio para sanar dificuldades da comunidade local.
Uma entrevista cedida ao jornalista Marcelo Copelli(Tribunal da Imrensa,Fundação Lauro Camos) em 08/07/2010 pelo Grupo de Combate à Fome e Segurança Alimentar,mostra como o trabalho da APL conseguiu reforçar a merenda escolar no interior de Alagoas,através da agricultura familiar.
A fome é degradante.Humilha e mutila a alma.Não somente a fome de pão,mas também a de atenção,de confiança,de segurança...
Uma outra espécie de fome,o da compreensão e do discernimento foi causadora de uma briga durante o espetáculo teatral Deflor-te na Zona Sul do Rio em 2008.
Durante a peça,uma das atrizes,interagindo com a plateia,escolheu uma espectatora para simular um beijo.
A espectadora não gostou e reagiu agredindo a atriz.O caso foi parar na delegacia.
Houve de ambas partes falta de dicernimento e capacidade de compreensão.
A espectadora tinha direito de não participar da cena,mas não tinha direito de agredir a atriz.
Por outro lado,a atriz se excedeu ao interagir com a espectadora sem antes saber se ela estava disposta a tal interação.Fome de educação.
Falta de Saúde,no seu mais amplo conceito.
Devemos nos enxergar como seres holísticos,necessitados de comida,qualidade de vida, educação, entretenimento, descanso,lazer,dignidade.
Precisamos criar meios de aplacarmos nossas mais variadas fomes.
Desta forma teremos bem estar e qualidade de vida.Teremos saúde.

Referências: Artigos do jornalista Marcelo Copelliin  :http://www.coepbrasil.org.br/portal/Publico/apresentarConteudo.aspx?CODIGO=C20107815543293&TIPO_ID=3 , acesso em 26/07/2010
Revista de Saúde Pública : http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0034-89101997000600016&script=sci_arttext ,acesso em 26/07/2010